Jornadas Alquimia Interna
Existe o Calendário Ocidental, linear e redutor, que nos afasta ainda mais do mundo natural e da Terra. Mas também existe um Calendário Sagrado, circular e evolutivo, que respeita a ciclidade, os ritmos, a Mãe Natureza e todo o Cosmo. Um Calendário que respeita o tempo sagrado e nos ajuda a viver de forma integral, holística e cada vez menos separada de tudo o que nos rodeia.
O Calendário Sagrado Maya, chamado Tzolkin, foi criado pela civilização ancestral Maya e é formado por uma matriz de 260 dias. Essa matriz resulta da união de forças cósmicas com as forças telúricas. A cada 13 dias vivemos uma novo ciclo maya, uma nova energia ou também podemos chamar sabedoria ou poder. Existem 20 hieroglifos Mayas e estes combinam-se com 13 tons ou vibrações.

Se gostarias de saber mais sobre Astrologia Maya, consulta esta página: https://www.anataboada.com/_astrologia_maya_3



As Jornadas de Alquimia Interna acontecem segundo o Tempo Sagrado Maya. Em determinados ciclos do Calendário Maya vivemos colectivamente energias que nos convidam à Alquimia, Purificação e Libertação de karmas, padrões, amarras, medos.
Para aproveitarmos estas energias criei 3 Jornadas de Alquimia Interna.  

São jornadas online guiadas através de vídeos ou áudios com encontros em direto que ficam gravados no Portal Online. Todas as Jornadas recebem um acompanhamento e sustentamento especial através dum grupo de whatsapp.
Cada uma tem características muito próprias e adaptadas ao ciclo que se vive.
Além das práticas alquímicas, os Elementos Sagrados são invocados ao longo destas jornadas, mas em especial o Fogo Sagrado Maya é quem faz catalisar a alquimia.
 

O Fogo Sagrado, desde que iniciei o meu caminho espiritual, sempre me acompanhou. É o meu Guardião Maya e, não só guia o meu caminho, mas também me ajuda a queimar muito karma, amarras e padrões, não só meus e da minha linhagem, mas também de quem se junta a estas jornadas.


Estas jornadas repetem-se consoante o Calendário Sagrado Maya e cada vez que mergulhamos em cada jornada é uma oportunidade de limpar camada a camada. São jornadas que se podem e devem repetir e cada vez que terminamos uma nova jornada somos pessoas mais íntegras, verdadeiras e conectadas com a nossa essência.


3 Jornadas que se repetem a cada 260 dias:

1) Jornada Dança Alquímica

 

Durante o período de Portais Cósmicos e Salão de Espelhos do Calendário Sagrado Maya esta jornada propõe 8 semanas através da Dança Alquimica e outras práticas de nutrição e apoio. Muito movimento, respiração e som para que a alquimia aconteça. A Mãe Terra sustem-nos e quando mais nos abrirmos e conectamos com toda a Natureza, mais os seus rios de energia vital fluem pelos nossos corpos e permitem transmutar o que já não nos serve. O Fogo Sagrado guia-nos e no final celebramos com IX Cacau. (jornada aberta a homens e mulheres)

Clica no simbolo para mais info:
 

Ou aqui: https://www.anataboada.com/_jornada_danca_alquimica

2) Jornada Purificação & Libertação


Durante o Ciclo Muluk e Ciclo IK Mayas criam-se condições para emergirem muitas emoções e experiências reprimidas. Situações que não foram vividas por medo de sofrermos regressam como oportunidades para a nossa evolução espiritual. Para aproveitar estas energias cósmico-telúricas olhamos com atenção e compaixão para as nossas feridas primordiais. Além do Fogo Sagrado a acompanhar-nos, temos o poder alquímico do sangue menstrual (ou substituto) respeitando as orientações do ritual índigena Muysca. No final das 4 semanas celebramos com IXCacau. (jornada apenas para mulheres)

Clica no simbolo para mais info:
 


3) Jornada Cura com a Obsdisiana Negra

Durante o Ciclo Etznab somos convidados a entrar nos mistérios da obsidiana negra. Brevemente mais info...
Jornada inicia a 6 Fevereiro e termina a 27 Fevereiro.

Clica no simbolo para mais info:
 

Ou aqui:



Todas as Jornadas são sustentadas com práticas alquímicas, meditações, círculos de partilha e Fogo Sagrado Maya. No final celebramos sempre com IXCacau.
Têm um número muito limitado de participantes.

Testemunhos





"Conheço a Ana há relativamente pouco tempo, mas, a cada trabalho que faço com ela, mais rendida fico à sua sabedoria e autenticidade. A Ana coloca verdade e transparência no seu serviço e isso reflete-se nos grupos que são formados – existe um sentido muito grande de partilha em honestidade, compaixão e assertividade amorosa. Não há lugar ao julgamento, existem, sim, seres humanos reais que pretendem expandir a sua Consciência com humildade perante si próprios e perante os outros. Acredito que toda esta energia de união e partilha seja possível pela intenção que a própria Ana coloca nos trabalhos que desenvolve connosco. Sentir isto dá-me um maior sentido de credibilidade, confiança e segurança. Sinto que não tenho de encenar nenhum papel, que não tenho de vestir nenhuma máscara. Sinto que tenho espaço para ser exatamente o que sou – com respeito e aceitação, em liberdade.
 
Nos trabalhos com a Ana, existe sempre algo que é trazido à luz para ser visto e transformado. Não ficamos à superfície, mergulhamos fundo e, mesmo que o medo venha (que, muitas vezes, vem), há uma mão (ou várias) que nos é dada com amorosidade e autorresponsabilidade. Não existe abandono, nem esquecimento. Existe compromisso e acompanhamento. Existe disponibilidade e escuta ativa.
 
As jornadas alquímicas que tenho feito com a Ana ajudam-me a aprender mais acerca dos temas que a Ana tão sábia e fundamentadamente partilha connosco (a Ana realmente estuda o que transmite!), ajudam-me a conhecer mais camadas da minha Sombra e da minha Luz em aceitação (mesmo que em processos de dor pela morte e renascimento que se dão), ajudam-me a conectar-me com o meu Corpo, com a Natureza, com o Todo de forma muito sagrada. A Ana despertou-me para questões sobre as quais eu nunca tinha pensado ou que tinha como garantidas que, agora, fazem toda a diferença, como as oferendas à Mãe Terra.
 
Os trabalhos da Ana são bastante completos, pois englobam conhecimentos teóricos, vocalizações, rituais, movimento. Em todos os trabalhos que fiz com a Ana até agora, fomos ao Corpo, ao movimento, à dança, à conexão física com os elementos, com a Terra – e isto faz-me sentir que é realmente pelo Corpo que muita purificação e libertação se realiza.
Gratidão, Ana, pelo teu serviço!"
Vânia Coutinho
 

"Um mergulho profundo dentro de mim…
Um mergulho no escuro mas também na Luz…

Um mergulho na obsidiana dentro de mim que é profunda escuridão mas também é profunda Luz…

Observar os espelhos externos para me conhecer no que não sou e também no que sou…
Muitos espelhos do que não gosto em mim e que escolho acolher no meu Coração, abraçar e transformar…
Muitos espelhos de inspiração e luz que escolho admirar e agradecer…

Uma vivência nos extremos para ir ao encontro do caminho do meio…
Numa descoberta cada vez mais autêntica e verdadeira de mim mesma… No despertar da Essência viva que me habita…
Não ser nenhum espelho e ser simplesmente o original, o que vem de natural e espontâneo do Espaço Infinito em mim…
Simplesmente na Expressão Autêntica do Ser…"
Cristina Feliciano