Diário
Terça 05 de Maio, 2020
Yoga & Cólicas Menstruais
Quando sentes uma cólica menstrual o que tens por hábito fazer?

Talvez tomes um analgésico... mas recorda-te que estes apenas adormecem os sintomas físicos. Sem os sinais físicos tendemos a distanciarmo-nos da fonte que causou a dor e a nossa consciência deixa de ouvir as mensagens subtis do corpo.
O Yoga ensina-nos o quanto é importante ouvir profundamente o corpo, porque este é o nosso templo sagrado e é sábio por natureza. Seja na forma de dor ou na forma de prazer, o corpo envia-nos mensagens não só sobre o nosso estado físico, mas também sobre as nossas emoções, a nossa psique e tudo o que está gravado a nível mais subtil ou energético.


Não será a dor menstrual um chamado de atenção do nosso corpo?
Não será um grito visceral a pedir que dirijamos a nossa atenção para dentro? Em vez de olharmos com repulsa, que tal fazer as pazes com esta dor carregada de informação?


Mas a finalidade deste artigo não é responder a estas questões, mas sim explorarmos um pouco sobre como a Sabedoria do Yoga e Ayurveda pode ajudar a mulher na fase menstrual e nas cólicas menstruais.



(continua em baixo das imagens)










É muito provável que ao sentires a cólica menstrual optes por colocares uma botija de água quente sobre o teu ventre. O calor é ótimo para aliviar as cólicas, mas tem atenção que pode aumentar o fluxo menstrual e se este já é muito intenso deverás tomar algum cuidado.

E será a posição fetal uma boa posição para aliviar as dores?
Se estás deitada nesta posição estás a impedir a libertação da dor e que o sangue menstrual desça.

Então o que Yoga e a Ayurveda te aconselha para os teus dias de menstruação?

Procura descansar, reduzindo ao mínimo o teu nível habitual de exercício. Mas poderás dar passeios curtos na Natureza e, claro, praticar Yoga adaptado a esta fase do teu ciclo: evita qualquer posição que faça contrair excessivamente o teu ventre ou o teu chão pélvico (por isso, procura trabalhar o teu core noutras fases do teu ciclo).
Não faças inversões pois não estarás a facilitar a descida do apana. O apana é a energia responsável por expulsar o sangue menstrual.

Aproveita para criar momentos de introspeção e meditação, permitindo-te fluir com a tua consciência até onde te pareça que esta te quer levar... Procura estar mais atenta à consciência corporal e permanece atenta a qualquer informação que possa emergir no teu corpo ou mente relacionada com as tuas necessidades ou dificuldades. Nesta fase, se criares um espaço sagrado para meditação, irás de forma gradual reconhecer que a tua mente facilmente entra num estado meditativo.
A sabedoria ancestral da Ayurveda e do Yoga reconhecem esta fase da mulher como um portal entre mundos, i.e. a mente grosseira facilmente se dissolve e permite que a mente mais subtil venha à superfície. Por outras palavras, significa que há a oportunidade de mais facilmente vir ao consciente a mente inconsciente.
Escreve ou pinta as tuas experiências. Explora a tua criatividade de forma natural e instintiva.

Pratica pranayama abdominal. Ao longo do dia respira pelo abdómen de forma lenta, relaxada, uniforme e profunda:
* Inspira até ao fundo da pélvis até que o ar se junte ao apana no seu fluxo descendente.
* Expira passivamente, deixando que o apana se relaxe enquanto desce
A Ayurveda diz: “Se colaboras com o apana, o apana colabora contigo”.

Opta por uma alimentação orgânica ao estilo vata. Em resumo, procura comer comida quente, bem cozinhada, em pequenas quantidades, ligeiramente condimentada e em forma de caldos. Evita os produtos lácteos, a carne vermelha e os doces.
Bebe bastante água e apoia a tua dieta com plantas medicinais em forma de infusão (por ex. as pétalas de rosas equilibram os 3 doshas). Mas também podes recorrer a estes preciosos aliados verdes através de banhos de assento (por ex. em banhos de assento com camomila).


Existe algum asana que o Yoga da Mulher te aconselha para aliviar as cólicas menstruais?


Existem muitos asana especialmente indicados para a fase menstrual e o Yoga Lunar é uma especialidade do Yoga da Mulher que se dedica inteiramente a adaptar o Yoga à ciclicidade natural feminina.
Mas neste artigo, além dos conselhos da sabedoria do Yoga & Ayurveda supra citados, ofereço-te a oportunidade de usufruíres duma pérola do Yoga – um asana - que te permitirá não só aliviar as dores menstruais, mas também vivenciar a tua menstruação com outra consciência.
Convido-te a praticares anahatasana por 3 a 5 min, com apoio dum bolster e recorrendo a uma respiração abdominal profunda (e ainda podes adicionar um som vibracional!). Se não tiveres um bolster de yoga podes recorrer a várias mantas enroladas.

1. Coloca-te na posição de gato, afastando os joelhos uma pouco mais que o habitual, aproximando os dedos grandes dos pés.
2. Deita o teu torso em cima do bolster de forma a caixa torácica e cabeça ficarem apoiadas (podes virar a cabeça a um lado por alguns minutos, e depois trocares de lado por aprox. o mesmo período de tempo)
3. O teu ventre vai ficar suspenso criando uma suave inversão no teu útero, aliviando a pressão na zona lombar e criando-se espaço para o útero mudar de posição (isto pode ser suficiente para aliviar as dores)
4. As ancas ficam alinhadas com os joelhos
5. Respira de forma profunda para o teu abdómen, para a zona lombar/sacro, e para o chão pélvico. Inspira de forma lenta e relaxada sentindo uma expansão destas áreas do corpo. Ao expirar, não contraias, mas apenas relaxa profundamente. Que a cada expiração possas relaxar cada vez mais.
6. A esta respiração podes associar, de vez em quando, um som vibracional que criará uma vibração especial no teu baixo ventre que vai permitir libertar a dor. Para isso basta expirares pela boca fazendo um som profundo audível, profundo e visceral, como se fosse um rugido duma leoa: “ohhhhhhh”. Esta vibração atua não só no diafragma pulmonar, mas também no diafragma da garganta e pélvico, permitindo que estes 3 diafragmas trabalhem em sintonia.


E depois de apenas 5 min como te sentes?




Se quiseres aprofundar mais este assunto ou praticar Yoga Lunar vê estas sujestões do Portal Online:
Sessão de Yoga Lunar
Espiral O Poder Alquimico da Menstruação
Escreve um comentário
Carla Godinho Godinho
Muito obrigada. Tenho aprendido muito consigo
Por favor indica o teu primeiro nome
Por favor indica o teu último nome
Por favor indica o teu Email
Por favor indica o assunto
Por favor indica o teu comentário
*Campos Obrigatórios